Apresentação

O Programa de Pós-Graduação (Mestrado Acadêmico e Doutorado) em Ciência da Computação da Universidade Federal do Ceará promove a excelência, inovação e criatividade na busca de soluções para os problemas na área de Informática. Sua missão é a formação de recursos humanos altamente qualificados e o desenvolvimento científico e tecnológico da área. O Mestrado em Ciência da Computação do Departamento de Computação da UFC teve o início de suas atividades no ano de 1995. Em 1997, o curso recebeu a aprovação da CAPES, e em 2001, o Curso de Mestrado foi consolidado com a nota 4. Em 2004, o Curso de Doutorado em Ciência da Computação foi credenciado junto a CAPES, mantendo a nota 4, e iniciou suas atividades no ano de 2005. Em 2013, o MDCC teve reconhecida sua excelência acadêmica a nível nacional e internacional, atingindo o conceito 5 na avaliação trienal da CAPES.

MDCC, uma história de conquistas…

Em 1995, ano em que o programa de Mestrado iniciou sua primeira turma, o mesmo agregava pesquisadores de diversas instituições públicas do Estado do Ceará. Essa filosofia inclusiva tinha como objetivo o desenvolvimento científico e tecnológico na área de Computação do Estado do Ceará como um todo, e não restrita a apenas uma instituição. Nossa Pós-Graduação serviu como um polo de difusão de conhecimento científico, e também como um polo de formação, atração e agregação de novos doutores para o Ceará.

O programa sempre teve a busca pela qualidade em consonância com os padrões internacionais como um de seus pilares. Suas áreas de concentração foram cuidadosamente escolhidas de modo a explorar, congregar e unir o potencial científico e inovador de seus pesquisadores, ao mesmo tempo em que abrangem as áreas de atuação mais relevantes da Ciência da Computação. Também atentou-se para a sinergia entre pesquisa básica e conhecimento teórico com o aprimoramento técnico e o desenvolvimento de aplicações, de forma a proporcionar uma formação integral do aluno, como exige uma área de conhecimento que se caracteriza pela junção entre ciência e engenharia.

Em continuidade à sua missão, o MDCC deu um importante passo com a criação de seu programa de Doutorado, que representou um divisor de águas para a Computação no Ceará, a partir de 2005. Desde então, já contabilizamos 57 doutores formados até 2018.

Prova do sucesso de sua estratégia inicial de promoção da Ciência da Computação no Estado do Ceará, os programas de Pós-Graduação instalados na UNIFOR, UECE e no IFCE integram em seu corpo docente ex-alunos egressos de nosso Mestrado e Doutorado. Além disso, vários egressos do MDCC atuam em renomadas instituições públicas e privadas do país.

No Estado do Ceará, essa presença é bastante forte, particularmente com docentes do curso de Engenharia da Computação, criado no campus da UFC em Sobral; dos cursos de Sistema de Informação, de Redes de Computadores, de Ciência da Computação e de Engenharia de Software no campus da UFC em Quixadá e dos cursos do Instituto UFC Virtual.

Além da formação de recursos humanos qualificados, a atuação do grupo de pesquisadores do MDCC, com significativa participação de seus alunos, tem se caracterizado pela alta produtividade científica, traduzida em termos de publicações nacionais e internacionais, e por uma forte captação de projetos institucionais, seja com o setor empresarial, com órgãos de fomento do governo, ou com a sociedade em geral. Cumprimos assim, nosso objetivo de unir excelência científica com relevância social.

Em 2013, o MDCC atingiu o conceito 5 na avaliação trienal da CAPES referente ao período dos anos 2010-2011-2012. Esse resultado da avaliação da CAPES reflete o reconhecimento da comunidade científica nacional da excelência do programa e vem coroar o trabalho árduo do grupo de professores que compõem o colegiado do MDCC, bem como dos alunos, de pesquisadores colaboradores e da equipe administrativa.

O MDCC buscará, a partir do marco que representa a nota 5, fortalecer suas competências e solidificar sua maturidade, estabelecendo um planejamento estratégico que o leve a atingir novos e mais desafiadores objetivos, como a excelência internacional e liderança de grandes projetos nacionais, em um período de tempo que se pretende curto, com competência, de forma séria e a passos firmes. Sobretudo, manteremos o respeito a nossos princípios e valores originários que nos conduziram até aqui. Valores que incluem o crescimento solidário e o respeito entre os seus membros — professores, alunos e funcionários — sempre almejando o bem maior da ciência e da tecnologia do Ceará e do Brasil.

 

MDCC - Linhas de Pesquisa:

• Computação de Alto Desempenho

• Computação Gráfica

• Banco de Dados

• Engenharia de Software

• Redes de Computadores

• Algoritmos e Otimização

• Lógica e Inteligência Artificial

 

MDCC - Grupos de Pesquisa:

 

MDCC em números (até dezembro de 2018):

297 Dissertações de Mestrado defendidas.

57 Teses de Doutorado defendidas.

 

Equipe Coordenação:

•  Prof. Dr. João Paulo Pordeus Gomes (Coordenador)

• Prof. Dr. Joaquim Bento Cavalcante Neto (Vice-Coordenador)

Secretaria:

• Gláucia Helena da Silveira Mota

• Jonatas de Pessoa Albuquerque Martins